Eleição abala grupos de amigos e famílias no WhatsApp; histórias e dicas para lidar com discórdias

O G1 conversou com pessoas que buscaram soluções para os conflitos – ou desistiram de vez. Também conversou com um psiquiatra sobre causas e possíveis atitudes diante das "tretas". Controlar a impulsividade no uso das mídias sociais é uma das soluções.

Como as conversas no WhatsApp são privadas, é difícil medir a discórdia. O G1 buscou um termômetro em relatos no Twitter. O resultado dá um sinal de aumento de brigas e ainda de um "êxodo" dos grupos no meio de tanto barraco.


leia mais https://g1.globo.com/politica/eleicoes/2018/noticia/2018/10/04/eleicao-abala-grupos-de-amigos-e-familias-no-whatsapp-veja-historias-e-dicas-para-lidar-com-discordias.ghtml

8 visualizações

Gostou da leitura? Doe e ajude-nos a fornecer notícias e análise para os leitores.

1LAdqqf4PqraX8ZxqMjirnWoE6XR7vX5Nm

0x155a69970abb497231fc437ad05365c6962f4e4e

  • Telegram
  • Instagram
  • Youtube
  • Reddit
  • Facebook Politizei
  • WhatsApp
  • Twitter
  • Gmail

© 2023 por "EXL CAPITAL ANTIFRAGIL TECNOLIGIA DA INFORMACAO LTDA"